Página inicial | Favoritos | Contacto | Twitter (não ligo lá muito a isto!)| Facebook (não ligo pevas a isto!)| Myspace (surpresa, surpresa! Também não ligo pevas a isto!)

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Barreira linguística

A uma hora de entrar no comboio para Sintra, venho fazer uma pergunta que deveria ter feito na quarta: como se diz “Olá! O que pensam sobre os conflitos no Médio Oriente? Concordam com a visão de Nuno Rogeiro?” em crioulo?
Se eles não responderem, fico triste, mesmo que me roubem; se responderem e não me roubarem, fico triste na mesma. Enfim, sou um gajo difícil de satisfazer, sempre a procurar a perfeição.

3 comentários:

bruno disse...

se n souberes acena com a cabeça...
e reza para que isso n seja considerado uma blasfémia...

que alá estaja cntg

Pascoalita disse...

E então? Como correu? Bem podias ter perguntado com tempo ... conheço um dos poucos tradutores de crioulo.
Regressaste inteiro? E afinal meteram-te ou não algo nos bolsos? eheheh

Anônimo disse...

choninhas és tu.