Página inicial | Favoritos | Contacto | Twitter (não ligo lá muito a isto!)| Facebook (não ligo pevas a isto!)| Myspace (surpresa, surpresa! Também não ligo pevas a isto!)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

(R)evolução

Vou fazer algo que já havia pensado para este espaço: falar de filmes, músicas ou livros que, por uma ou outra razão, me marcaram e ainda me marcam. Aliás, essa sempre foi a minha intenção desde o dia 21 de Setembro de 2007. Pedaços. Pedaços de mim. Pedaços de nós. Sem medo do ridículo. Ridículo é não ter noção de que se está a ser ridículo. Eu tenho. Porque só a arte interessa. E a vida. Cada vez mais. Nada mais.

"Don´t Look Back In Anger" é a música que mudou a minha vida. Literalmente. (What´s The Story) Morning Glory?, dos Oasis, foi o primeiro álbum que comprei, tinha eu catorze anos e decorria o ano de 1996. A partir daí surgiram mais álbuns e o contacto com livros e filmes. Sou o que sou a partir dessa e outras descobertas. A arte enquanto forma de conhecimento de nós próprios e do mundo que nos rodeia. Na verdade, já tinha falado sobre isto no dia 16 de Fevereiro de 2009. Mais músicas surgirão neste espaço. Espero que gostem. Porque há músicas que nos marcam.



Slip inside the eye of your mind
Don't you know you might find
A better place to play
You said that you'd never been
But all the things that you've seen
Will slowly fade away

So I start a revolution from my bed
'Cause you said the brains I had went to my head
Step outside the summertime's in bloom
Stand up beside the fireplace
Take that look from off your face
You ain't ever gonna burn my heart out

So Sally can wait, she knows it's too late as we're walking on by
Her soul slides away, but don't look back in anger
I heard you say

Take me to the place where you go
Where nobody knows, if it's night or day.
Please don't put your life in the hands
Of a Rock 'n Roll band
Who'll throw it all away

I'm gonna start the revolution from my bed
'Cos you said the brains I had went to my head
Step outside cos summertime's in bloom
Stand up beside the fireplace
Take that look from off your face
Cos you ain't ever gonna burn my heart out

So Sally can wait, she knows it's too late as she's walking on by.
My soul slides away, but don't look back in anger
I heard you say

So Sally can wait, she knows it's too late as we're walking on by
Her soul slides away, but don't look back in anger
I heard you say

And So Sally can wait, she knows it's too late and she's walking on by
My soul slides away, but don't look back in anger, don't look back in anger
I heard you say

At least not today.

Nenhum comentário: