Página inicial | Favoritos | Contacto | Twitter (não ligo lá muito a isto!)| Facebook (não ligo pevas a isto!)| Myspace (surpresa, surpresa! Também não ligo pevas a isto!)

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Sonhos ao vivo e a cores

Comprei, recentemente, algo que será a minha companhia durante muito tempo. Falo de Dreams in Colour, o novo álbum de David Fonseca. Quem me conhece, sabe a admiração que tenho pelo músico, em que as suas músicas, por mais que as pessoas duvidem do seu valor, têm, a meu ver, a particularidade de podermos ouvi-las vezes sem conta e não nos fartarmos. Isto deve-se a detalhes deliciosos que encontramos ao longo do seu trabalho, fazendo, também, com que descubramos novos sons, novos sentimentos.

Ainda não ouvi muito este último trabalho, mas noto um álbum mais pop e mais trabalhado em termos sonoros, emanando energia, havendo ali uma ou outra influência de Arcade Fire e Ryan Adams – diga-se, a bem da verdade, que são músicos que David Fonseca admira.
É sempre difícil apontar uma faixa preferida, porque é um longo percurso até lá – até pode ser que nunca a encontremos –, mas, após ter ouvido o álbum pela primeira vez, duas músicas despertaram-me a atenção, por razões diferentes. Uma das faixas é “4th chance”, uma música mexida, “orelhuda”, como se costuma dizer no meio musical; a outra, “I see the world through you”, é muito mais calma, uma música que, a avaliar pela letra e pela fotografia que lhe antecede no booklet, é dedicada ao seu filho.

Resta-me, portanto, deliciar-me com este novo trabalho, ouvi-lo vezes sem conta, aprender as letras e ouvi-lo ao vivo, o que será sempre uma agradável surpresa, dada a infinita capacidade de o músico leiriense conseguir surpreender o espectador.
Para mim, haverá uma pequena “frustração” nos concertos, que já senti na pele aquando do lançamento do single “Superstars”, e vou partilhá-la com o leitor: Raios! Por que é que não sei assobiar?!?!

Um comentário:

Anônimo disse...

isso é pirraça!!!!!!!!!!!!!!!! podias ao menos por um clip da música ou do concerto ou ainda de uma peça de roupa tua que tenha sobrevivido e tenha feito sucesso (nem que tenha sido na máquina de lavar roupa super eficaz da tua mãe) enfim... *suspiro*
pirraça is a bitch :| LOL
beijo* este sim, é um comment meu, natacha *