Página inicial | Favoritos | Contacto | Twitter (não ligo lá muito a isto!)| Facebook (não ligo pevas a isto!)| Myspace (surpresa, surpresa! Também não ligo pevas a isto!)

segunda-feira, 8 de março de 2010

Palavras...

Há dias que nos correm bem. O trabalho, o tempo, as relações, tudo. Hoje não foi um desses dias. Em 2000 decidi tirar um ano para pensar. Aproveitei e tive aulas de piano e de inglês, mas houve nesse ano três descobertas mais importantes: três músicas. Duas foram dadas a conhecer por uma amiga de então, RN, e soube muito bem hoje, no meio da tremenda chuva, sem chapéu, ouvir uma delas vezes sem conta. Poderia ficar à chuva a tarde inteira ao som desta música. Chama-se "Foolish Games", da Jewel, e existem duas versões: uma, de 5:39, encontra-se no álbum Pieces of You e a outra, que não sei onde arranjei, tem 3:59. Prefiro a última. Que grande canção!



You took your coat off and stood in the rain,
You're always crazy like that.
And I watched from my window,
Always felt I was outside looking in on you.
You're always the mysterious one with
Dark eyes and careless hair,
You were fashionably sensitive
But too cool to care.
You stood in my doorway, with nothing to say
Besides some comment on the weather.

[Pre-Chorus 1]
Well in case you failed to notice,
In case you failed to see,
This is my heart bleeding before you,
This is me down on my knees.

[Chorus]
These foolish games are tearing me apart,
And your thoughtless words are breaking my heart.
You're breaking my heart.
You're always brilliant in the morning,
Smoking your cigarettes and talking over coffee.
Your philosophies on art, Baroque moved you.
You loved Mozart and you'd speak of your loved ones
As I clumsily strummed my guitar.

[Pre-Chorus 2]
Well, excuse me, guess I've mistaken you for somebody else,
Somebody who gave a damn,
Somebody more like myself.

[Chorus]
You took your coat off,
Stood in the rain,
You're always crazy like that.

Nenhum comentário: