Página inicial | Favoritos | Contacto | Twitter (não ligo lá muito a isto!)| Facebook (não ligo pevas a isto!)| Myspace (surpresa, surpresa! Também não ligo pevas a isto!)

sábado, 20 de março de 2010

Promessas...

Desconhecia esta música. Aliás, confesso não conhecer a discografia de Rui Veloso, só as canções mais tocadas. Ouvi-a no programa 5 para a meia-noite, há cerca de um ou dois meses, pela voz de um dos apresentadores, Luis Filipe Borges (Boinas), quando o cantor foi o entrevistado. Ando viciado nela nos últimos dias. Chama-se "O Prometido é Devido" e é do álbum Mingos e os Samurais. A ver se conheço melhor o seu trabalho para descobrir pérolas como esta. Fiquei com essa vontade, isso é certo.



Naquele trilho secreto
Com palavras santo e senha
Eu fui língua e tu dialecto
Eu fui lume e tu foste lenha

Fomos guerras e alianças
Tratados de paz e péssangas
Fomos sardas, pele e tranças
Popeline, seda e ganga

Recordo aquele acordo
Bem claro e assumido
Eu trepava um eucalipto
E tu tiravas o vestido

(refrão)
Dessa vez tu não cumpriste
E faltaste ao prometido
E eu fiquei sentido e triste
Olha que isso não se faz

Disseste que se eu fosse audaz
Tu tiravas o vestido
O prometido é devido
(/refrão)

Rompi eu as minhas calças
Esfolei mãos e joelhos
E tu reduziste o acordo
A um montão de cacos velhos

E eu que vinha de tão longe
Do outro lado da rua
Fazia o que tu quisesses
Só para te poder ver nua

Quero já os almanaques
Do Fantasma e do Patinhas
Os Falcões e os Mandrakes
Tão cedo não terás novas minhas

Repetir refrão

Nenhum comentário: