Página inicial | Favoritos | Contacto | Twitter (não ligo lá muito a isto!)| Facebook (não ligo pevas a isto!)| Myspace (surpresa, surpresa! Também não ligo pevas a isto!)

sexta-feira, 23 de abril de 2010

C

Dizem que o tempo cura tudo. E que um amor é esquecido por outro amor. Não sei. Tenho dificuldade em desligar-me do que acontece na minha vida. Porque ninguém substitui ninguém. E porque as pessoas e os momentos não devem ser ignorados. Quando acabei o ensino básico, fui para uma nova escola. Não foi fácil. Deixara para trás um amor que dificilmente se concretizaria e, acima de tudo, amigos. Cada um seguiria o seu caminho. É curioso que só damos importância ao que temos quando deixamos de ter. Quantos de nós, em mais novos, não queremos descobrir o mundo, romper com tudo o que nos rodeia? Eu já. Mas mais tarde, uns meses mais tarde, veria que tudo o que precisava tinha estado ali do sétimo ao nono. E custou-me a aceitar essa mudança durante muito tempo. Não foi até há muito tempo. Um novo mundo vinha aí. Invejas. Intrigas. Competição feroz. Miúdos a quererem ser homens. Miúdos parvos. Muito parvos. Um mundo que não era o meu. E ainda não é. Em 98, na segunda metade do décimo ano, conheceria a C. À distância, claro. Sempre à distância. Dois olhares que se cruzavam e falavam de amor. O meu falava. A C não sabe, mas ela foi muito importante para mim. Foi ela que me deu alguma estabilidade. Foi por ela que fiquei naquela escola. Uma escola que nem campo de futebol tinha. Era por e para ela que eu escrevia. Foi o período em que mais escrevi na minha vida. Costumo decorar datas, embora raramente saiba o dia em que me encontro. Anteontem, ao receber uma mensagem de correio electrónico, soube que hoje, 23 de Abril, é o Dia Mundial do Livro. E então lembrei-me que hoje é o dia de aniversário da C. Esta foi uma das músicas que mais ouvi nesse ano. Chama-se "Truly, Madly, Deeply", dos Savage Garden, e é retirada do álbum homónimo da banda. Um bom álbum! Onde quer que estejas, obrigado por tudo e parabéns! Bom fim-de-semana!



Verse 1

I'll be your dream
I'll be your wish
I'll be your fantasy.
I'll be your hope
I'll be your love
Be everything that you need.
I love you more with every breath
Truly madly deeply do..
I will be strong, I will be faithful
'Cos I'm counting on a new beginning.
A reason for living.
A deeper meaning.

Chorus

I want to stand with you on a mountain.
I want to bathe with you in the sea.
I want to lay like this forever.
Until the sky falls down on me...

Verse 2

And when the stars are shining brightly
In the velvet sky,
I'll make a wish
Send it to heaven
Then make you want to cry..
The tears of joy
For all the pleasure and the certainty.
That we're surrounded
By the comfort and protection of..
The highest power.
In lonely hours.
The tears devour you..
I want to stand with you on a mountain,
I want to bathe with you in the sea.
I want to lay like this forever,
Until the sky falls down on me...

Bridge

Oh can't you see it baby?
You don't have to close your eyes
'Cos it's standing right before you.
All that you need will surely come...

I'll be your dream
I'll be your wish
I'll be your fantasy.
I'll be your hope
I'll be your love
Be everything that you need.
I'll love you more with every breath
Truly madly deeply do...

Chorus

12 comentários:

S. disse...

Olá VH!

Ha qto tempo...

Tenho a certeza que um amor não nos faz esquecer o anterior, porque cada pessoa é diferente e o sentimento não é igual, apenas aprendemos a lidar com ele e as memórias desse amor ficam para sempre (daí ainda te lembrares da C., não é), nos primeiros tempos de sofrimento era bom se houvesse em nós um botão do esquecimento pois tudo nos traz lembranças: um cheiro, uma música ... e dói q se farta, não é?

Eu tb sou assim, não consigo me desligar, sofro imenso com a perda de alguém, os anos e as perdas por que já passei fazem só uma coisa aprendermos a gerir melhor os sentimentos e emoções dentro de nós.

Porque cada pessoa é única e a perda dela é uma perda de um pedaço de nós...mesmo que venham pessoas novas, amores novos, amizades novas, ninguém substitui ninguém no nosso coração, na nossa alma, no nosso corpo...

Mais uma vez peço desculpa por mais um desabafo triste mas como te disse em menos de uma semana perdi um grande amigo e agora na eminência de perder um familiar mt querido para mim...às vezes parece que chega tudo de uma vez mas haja esperança no futuro!

Bom fim-de-semana para ti e fico contente por afinal o RS não te ter raptado!

VH disse...

Olá!* *

Tudo dói se não conseguires exteriorizar, seja de que forma for, o que sentes. Ajuda e muito. O distanciamento face a uma perda só é conseguido algum tempo depois. É por isso que te disse há tempos, noutro comentário, que, embora não seja fácil lidarmos com isso, tudo correrá, mais cedo ou mais tarde, melhor. Não que essas pessoas também não sofram, mas tenho uma certa inveja de quem é crente, porque conseguem lidar com a perda de uma forma diferente. Apesar de todas as perdas ao longo destes anos, há um lado meu que, sem a tentativa de me iludir, me fez mais optimista. Sobre isso, tal como já referi num comentário, falarei quando achar oportuno.

O dia hoje, para mim, está dado por terminado. Apesar de ter sido muito bom, foi stressante. Vou dar uma volta para espairecer. Prometi responder-te aos comentários o máximo até hoje, mas não poderei fazê-lo a todos. Terei de o fazer faseadamente durante as horas de expediente (das 13h às 21h20 quando for possível, o que não aconteceu. Não deu mesmo.) ou depois dessas horas (por passar muito tempo frente ao monitor, é natural que a última coisa que queira fazer depois das 21h20 é continuar à frente do mesmo. Só o faço quando tenho algo a dizer a alguém rapidamente, ou seja, MSN, mail, post rápido ou um comentário rápido). Quando vier, responder-te-ei a um ou outro comentário. Direi depois aqui, nesta mesma zona de comentários deste post a que comentários eu respondi, já que, por não teres conta do Blogger, não recebes notificação na tua caixa de correio dos comentários feitos. E, à medida que for respondendo (seja hoje, seja nos dias mais próximos), continuarei a fazê-lo aqui até cumprir o prometido na semana passada.

Boa noite e desculpa!* *

S. disse...

Olá VH!

Ainda bem que o teu dia foi bom e que ainda deu para passear!

Não há problema nenhum em não me responderes aos meus comentários. São escritos apenas para saberes que alguém lê o que escreves.

Como não passo muito tempo ao computador gosto de ler o q escreves e comentar mas talvez seja melhor moderar-me...tou a ver que te estou a dar trabalho e o teu propósito é escrever e não responder a gente doida!

Boa semana!

RS disse...

Ó chavala, como homem de palavra, já respondi ao que prometera. Pronto, falhei uma hora e tal no dia, mas está feito.



P.S. Tive eu este esforço todo e ainda não recebi nem o pacote das amêndoas, nem o telemóvel. Deve ser da greve dos CTT, presumo.

S. disse...

Olá RS

gostava de ter espírito para te responder talvez amanhã ou depois...acabei de receber a tal notícia má ... soube agora mesmo, via net, que um tio meu morreu,eles vivem no Rio de Janeiro e eu em menos de 2 semanas fico sem alguém q irá me fazer falta...

Mais uma vez desculpem os dois o desabafo triste...

VH disse...

Boa noite, uma vez mais. Creio que esteja tudo respondido. Se não estiver, avisa-me. Não tive tempo para confirmar no meu mail as últimas respostas (e perguntas) tuas.

Obrigado pela tua visita diária. E não há problema nenhum comentares. Não te garanto é que possa sempre responder no próprio dia ou no dia seguinte. Tendo em conta aquilo que faço, tanto poderei responder quando o mercado está parado (há dias em que isto não mexe nada), como depois do fecho (21:15), ou noutro dia. Há certas regras que eu tenho e que, para sanidade minha, tenho de cumprir (nem sempre o faço, confesso);

1º acompanhar o mercado, pelo menos, das 14:30 (abertura nos EUA) às 21:15 (fecho). Obrigo-me, sempre que possível, começar às 13:00 para fazer o trabalho de casa e porque costumam sair dados importantes por volta das 13:30, que costumam mexer por breves instantes o mercado;

2º depois do fecho, por ter passado muitas horas frente ao computador, é para descansar. Só venho aqui, depois de jantar e ir dar uma volta, para ver se tenho mail e responder, responder rapidamente algo no MSN e/ou escrever algo no blogue ou responder a um ou outro comentário;

3º fim-de-semana é sagrado. Computadores é a última coisa que quero. Quando venho à Internet, é para fazer coisas mesmo muito rápidas.

Há mais regras que deveria aplicar como, por exemplo, deitar cedo e acordar cedo para, de manhã, ir espairecer e ir também espairecer depois de almoçar (tenho de começar a comer cedo, por volta do meio-dia, é nesse sentido que tenho de mudar algumas coisas, nem que seja para começar só às 13h30m, o que dará cerca de uma hora para eu dar uma volta). Por outras palavras: encontrar um equilíbrio. Está tudo aqui mesmo à nossa frente. Porque há mais vida para além disto (dinheiro). Aos poucos, vou encontrando esse equilíbrio. Tento, pelo menos. Quando encontrar, espero que seja constante.

Li agora o teu comentário. Os meus pêsames.* *

S. disse...

Olá VH!

Q vida agitada a dos mercados...qd estamos fora do assunto nem temos ideia de como funcionam!

E o equilíbrio é difícil manter, especialmente em dias como o de hoje, em que estou triste e não há nada a fazer...é que sou uma pessoa alegre e quando estou como hoje é mau! Para mim e para os que me rodeiam...mas o tempo ajuda a amenizar.

O meu equlíbrio é feito com os meus verdadeiros amigos, a minha dança, a música, coisas que o dinheiro não pode comprar...e ainda bem!

Espero que ponhas em prática o teu plano de equilíbrio!


RS, a greve dos CTT vai ser até 7 Maio, antes disso não contes receber as amêndoas e o tlmv!

Obrigada aos 2 pelas respostas quase dentro do tempo limite!

RS disse...

Hoje não há respostas aos comentários para ninguém. O dia foi uma valente merda. Estou, como se costuma dizer, a levar no pacote. Estou f...lixado! Bem me parecia estranho a semana ter começado bem ontem. A minha vontade é ir para a cama, pôr-me em posição fetal e chorar que nem uma Madalena, e depois dormir. Que dia de merda! Voltei a ser uma besta! Nem me apetece ir dar uma volta. Vou mas é para ali ver um filme de porrada ou O Trio D´Ataque, caso contrário corto os pulsos e este espaço fica entregue ao VH (isso queria ele!). Amanhã respondo. Até amanhã!

P.S. Força aí! (Momento choninhas do dia. Deve ser do frango!)

S. disse...

Um momento choninhas do RS! Fiquei maravilhada!

Mas que história é essa de quereres ir deitar-te com as galinhas e chorar como uma Madalena?! Mau... tu queres ver q o Morales tem razão? Andas a comer muito frango?

Nada de desanimar e toca a aproveitar a vida!

Se a semana começou bem, vai continuar assim...o poder do pensamento positivo

(sei que vais-me gozar mas não faz mal!)

Desejo -te um dia divertido!

RS disse...

Mas estás a confundir-me com os teus amigos da dança ou quê?!?! Não vale responder "quê"!

Gozar-te?! Eu?!?! Ou gozar com quem quer que seja?!?! Por quem me tomas?!?!

Obrigado e igualmente, pá!

S. disse...

Que resposta tão original! Já estava à espera!

Com esses "pá" fazes-me lembrar o Sócrates pá!

RS disse...

O que queres? Sou homem! Logo, sou básico. Ainda assim, superior a vós.

Eu aprendi com o meu pai os "pás" e depois ensinei ao nosso Primeiro.